top of page

MICHIGAN especializa-se no PAVE. A melhor forma de ingresso na UFPEL através do Ensino Médio

Atualizado: 6 de abr. de 2023


Você sabia que o Programa de Avaliação da Vida Escolar (PAVE) é uma forma de seleção consideravelmente mais fácil do que o Exame Nacional do Ensino Médio (ENEM) para garantir uma vaga na UFPel?






O que é o PAVE?


O site da Universidade Federal de Pelotas (UFPel) conceitua o PAVE como “uma modalidade alternativa de seleção para os cursos de graduação (...), constituindo-se em um processo seriado composto por três etapas, gradual e sistemático, que acontece ao longo do Ensino Médio”.


Ainda de acordo com a instituição, o PAVE tem quatro objetivos:

  1. Selecionar os futuros estudantes universitários de modo gradual e sistemático, não como o produto de um único exame seletivo episódico, mas como a culminância de um processo que se desenvolve ao longo do Ensino Médio.

  2. Proporcionar aos candidatos condições para, num período de três anos, corrigir falhas individuais no processo de aprendizagem.

  3. Definir os parâmetros de um processo seletivo que busque a avaliação da aprendizagem significativa, em que seja privilegiado o ato de refletir sobre o de memorizar, a qualidade sobre a quantidade de informações, o ensino sobre o adestramento e o processo sobre o produto.

  4. Adotar a contextualização interdisciplinar como eixo estruturador da avaliação, dando-se ênfase ao desenvolvimento das competências e habilidades.

Por que o PAVE é melhor forma de acesso à universidade do que o ENEM?


O PAVE permite o acompanhamento das aprendizagens construídas pelo aluno durante os três anos de Ensino Médio. Este processo é realizado em três etapas:

1ª etapa: explora conteúdos desenvolvidos no 1º ano do Ensino Médio.

2ª etapa: explora conteúdos desenvolvidos no 2º ano do Ensino Médio.

3ª etapa: explora conteúdos desenvolvidos no 3º ano do Ensino Médio, mais a Redação.


Ou seja, ao final de cada ano do Ensino Médio, o aluno presta uma prova.


A vantagem desse sistema de avaliação é que o aluno não precisa estudar o volume de conteúdos de todo Ensino Médio de uma só vez, assim como é no ENEM, pois consegue dividir a carga de estudos em três partes. Essa divisão de conteúdos, por si só, facilita bastante a entrada em uma universidade.


Maior número de vagas destinadas ao ensino público


O PAVE pode ser realizado por alunos de escolas públicas e particulares. No entanto, o aumento no número de vagas de ingresso no ensino superior público via PAVE representa um grande benefício para os alunos do ensino médio público.


A partir de 2020, 90% das vagas form destinadas à escola pública, contra 10% destinadas a alunos do ensino privado. O PAVE ocupa 20% das vagas da UFPEL.


Apesar de o PAVE ser um programa nacional, a grande maioria das vagas da UFPel é preenchida por alunos de Pelotas e região (Piratini, Santa Vitória do Palmar, Chuí, entre outros municípios), uma vez que a seleção dividida em três anos significa três deslocamentos (e toda a sua logística) para os moradores de áreas distantes.


Sendo assim, o fator geográfico, aliado à divisão do processo em três partes, acaba por inibir concorrentes de outras regiões - fato que não ocorre com o ENEM, o qual tem um formato centralizado de seleção (todo o processo se resolve em poucos dias).





Diferenciais do Curso Michigan na preparação para o PAVE


No que tange o PAVE, uma desvantagem do ensino na escola pública é o fato de não serem desenvolvidos em sala de aula os mesmos conteúdos programáticos da prova.


Com o objetivo de solucionar essa carência, os professores do Michigan trabalham os conteúdos na exata sequência em que são cobrados no PAVE, o que facilita o entendimento e a internalização do processo como um todo.


“Nós, aqui no Michigan, preparamos os alunos para as três etapas do PAVE, que é uma excelente oportunidade para os alunos ingressarem no ensino superior, sem depender do ENEM”, disse Marisa Brasil, professora de Biologia.


Segundo Marisa, o PAVE ainda não é valorizado o tanto que deveria, e isso se deve à falta de popularização das informações sobre as vantagens do exame.


Ciente deste fato, o Michigan se especializou em aprovações no PAVE, estabelecendo um método de ensino embasado em material didático com teorias, questões e simulados no decorrer do curso, corpo docente experiente, carga horária que atende as necessidades da preparação do aluno, revisões em vésperas de provas e acompanhamento no dia da prova.


Sistema de avaliação do PAVE


Das três etapas que compõem o PAVE, o aluno precisa fazer os testes referentes a pelo menos duas delas, sendo que a 3ª é obrigatória, em função da redação. Por exemplo, no caso de um aluno que perdeu o teste do PAVE 1 e tenha ficado com zero nesta avaliação, ele ainda pode recuperar o prejuízo, realizando as etapas 2 e 3, uma vez os pesos são diferentes (PAVE 1= peso 1; PAVE 2 = peso 2; PAVE 3 = peso 3). O somatório dos pontos obtidos é que determina a classificação.


IMPORTANTE: No caso de não-realização de uma das etapas, o aluno precisa oficializar, antes da inscrição na etapa seguinte, o pedido de participação (o participante deverá, antes de fazer a inscrição on-line, ficar atento aos prazos previstos no edital e realizar o pedido via formulário e apresentar atestado escolar que informe o ano em que está matriculado).


Outra chance em caso de reprovação


Supondo que um aluno esteja cursando o 1º ano do ensino médio e reprove: no final do ano em que está repetindo, ele pode refazer a prova e e recuperar a desvantagem.





Como são as provas do PAVE?


As provas do PAVE - tanto para o ensino público quanto para o privado - são exatamente as mesmas. Para facilitar o entendimento da dinâmica dos testes, listamos a composição de cada uma das três etapas.


Etapa 1

A etapa relativa ao 1º ano do Ensino Médio é composta de 45 questões, divididas entre Língua Portuguesa, Língua Estrangeira, Literatura, Biologia, Física, Química, Matemática, Geografia, Sociologia e História, e 5 questões interdisciplinares, dentre as quais está incluída a Filosofia e Arte.

Etapa 2

Assim como na anterior, a etapa relativa ao 2º ano do Ensino Médio é composta de 45 questões, divididas entre Língua Portuguesa, Língua Estrangeira, Literatura, Biologia, Física, Química, Matemática, Geografia, Sociologia e História, e 5 questões interdisciplinares, dentre as quais está incluída a Filosofia e Arte.


Etapa 3

Já a etapa relativa ao 3º ano do Ensino Médio é composta de 43 questões, divididas entre Língua Portuguesa, Língua Estrangeira, Literatura, Biologia, Física, Química, Matemática, Geografia, Sociologia e História, 5 questões interdisciplinares, dentre as quais está incluída a Filosofia e Arte, e mais a Redação (inexistente nas etapas anteriores).


O Michigan, no decorrer de sua longa trajetória de sucesso no cenário de preparatórios da região, tendo já, aprovando milhares de alunos nos diversos vestibulares e no ENEM, está sempre atento as diversas mudanças nos processos sociais e principalmente na educação. Mantendo-se atualizado e entregando muito mais que apenas conhecimento para a aprovação, o grupo Michigan proporciona uma experiência única de vivência de ensino aprendizagem que facilita, através de método exclusivo, as melhores oportunidades da realização do sonho de entrar na universidade, tanto pelo ENEM, quanto pelo PAVE



719 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comments


bottom of page